Considerando que não há outra forma de comprovação do endereço, o Representante Legal poderá elaborar uma declaração nos termos da Lei 7.115, transcrita a seguir:

LEI Nº 7.115, DE 29 DE AGOSTO DE 1983.

Dispõe sobre prova documental nos casos que indica e da outras providências.


O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. . 1º - A declaração destinada a fazer prova de vida, residência, pobreza, dependência econômica, homonímia ou bons antecedentes, quando firmada pelo próprio interessado ou por procurador bastante, e sob as penas da Lei, presume-se verdadeira.
Parágrafo único - O dispositivo neste artigo não se aplica para fins de prova em processo penal.
Art. . 2º - Se comprovadamente falsa a declaração, sujeitar-se-á o declarante às sanções civis, administrativas e criminais previstas na legislação aplicável.
Art. . 3º - A declaração mencionará expressamente a responsabilidade do declarante.
Art. . 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. . 5º - Revogam-se as disposições em contrário.




Quanto ao comprovante de endereço do Representante Legal, Resolução SEGOV/CGE 05, Resolução SEGOV/CGE 06 e respectivas alterações, é necessário juntar Cópia de comprovante de residência da emitido em até 90 dias da data de apresentação do documento. 
Conforme prevê a Resolução, na impossibilidade de juntar um comprovante de endereço de Pessoa Física com até 90 dias de emissão, há a possibilidade de juntar uma declaração de residência, entretanto, a declaração deve atender aos critérios  da LEI Nº 7.115, DE 29 DE AGOSTO DE 1983 que dispõe sobre prova documental nos casos que indica e da outras providências. Afim de auxiliá-lo segue anexo uma "sugestão/ modelo de declaração de endereço"